og:image
×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte

NOTÍCIAS

Expocentro Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
Fique Ligado

Governo Federal aceita recursos estaduais aprovados pela Alesc para as BRs 470, 163 e 282

O convênio entre Estado e União deve ser assinado ainda este mês. Foto: Daniel Conzi/Agência AL.
Mais um passo na efetivação do aporte de recursos estaduais para as BRs catarinenses foi dado. O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Nilso Berlanda (PL), comemorou o resultado da audiência pública realizada em Brasília, onde a Alesc foi representada pelo presidente Mauro de Nadal, em que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, aceitou o aporte de recursos do Estado em rodovias federais que cortam Santa Catarina. O senador Jorginho Mello, líder do PL no Estado, é um dos grandes defensores dos recursos para conclusão das obras das BRs que cortam o Estado.
 
Em relação à BR-470, serão destinados pelo Estado R$ 200 milhões para os lotes 1 e 2, entre Navegantes e Gaspar, além de mais R$ 100 milhões que não estavam previstos, para os lotes 3 e 4 entre Blumenau e Indaial. A Alesc se comprometeu com a celeridade na tramitação do projeto que autorizará o valor extra. O senador Jorginho Mello pontuou que além dos lotes 1 e 2, a obra também precisa andar nos lotes 3 e 4. Baseado nos dados do Ministério da Infraestrutura e DNIT, Mello lembrou que estes trechos são lotes que requerem investimentos maiores e se constituem em trechos mais perigosos. O senador comentou ainda o grande significado da audiência representou para Santa Catarina.
 
- Eu vejo, com muita alegria, que hoje nós avançamos bastante para solucionarmos, em especial, o problema da BR-470. As obras andarão nos quatro lotes. Um cenário muito mais promissor do que tínhamos até então. Saio satisfeito e com o sentimento de dever cumprido para com a região do Vale do Itajaí -  Destacou Jorginho.
 
Já a BR-280 receberá R$ 50 milhões, e a BR-163 terá R$ 100 milhões para a recuperação. O convênio entre Estado e União deve ser assinado ainda este mês. Além das BRs 280, 470 e 163, que terão aporte total de R$ 450 milhões, o governo do Estado deve encaminhar projeto de lei à Alesc prevendo valores para as BRs 282 e 285.
 
- Com os aportes de recursos do Governo do Estado e a aceitação pelo Governo Federal vai ser possível dar o devido andamento a estas tão importantes obras nas rodovias federais que cortam Santa Catarina. Essas rodovias finalmente serão concluídas e para a população não importa se os recursos vêm do Estado ou da União, o que importa é a finalização das obras de recuperação e duplicação. Assim, vamos poder salvar vidas, reduzindo o número de acidentes com vítimas que ocorrem diariamente nessas rodovias, além de contribuir para o escoamento da produção catarinense. Será um investimento que refletirá positivamente na economia de Santa Catarina e na segurança da população - Explica o deputado Berlanda.
 
Em junho deste ano, o deputado Berlanda votou a favor da derrubada dos vetos aos projetos de lei que permitiam o uso de recursos estaduais em obras de rodovias federais no território catarinense. Com a rejeição dos vetos do governo, ficaram confirmados os recursos para as BRs 470, 163 e 282.

Terceiras faixas na BR-282

Sobre a construção das terceiras faixas na BR 282, nos sentidos Leste-Oeste (40 km) e Oeste-Leste (28 km), durante a audiência, o ministro Tarcisio de Freitas informou que as melhorias projetadas pelo Ministério para a 282 estão voltadas aos trechos entre os municípios de São Miguel do Oeste, Chapecó e Irani e que o trajeto entre Lages e Florianópolis ainda demanda uma ação inicial.
 
- Precisamos ter o projeto de engenharia e para isso vamos dar o comando para o DNIT fazer, até para podermos ter clareza sobre os recursos necessários e a futura contratação da obra. Santa Catarina deve ser compensada pelo corte no orçamento da União dos R$ 130 milhões que seriam destinados para a recuperação das rodovias federais que cortam o Estado. Segundo o ministro, serão destinados R$ 171 milhões para o Estado em um projeto orçamentário para 2022 - Afirmou o Ministro, Tarcisio de Freitas. 
 

Grazielle Delfino


Veja também

Crimes Virtuais: o perigo é real

No mundo digital, nem tudo é o que parece. Entre as facilidades e praticidades que a internet oferece, também se escondem perigos reais. Os crimes virtuais, tam...

13/06/2024

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Informativo Municipal - Edição 54

13/06/2024

Informativo Municipal - Edição 53

06/06/2024

Últimas Notícias