og:image
×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte

NOTÍCIAS

Expocentro Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
Segurança

Taxista que tentou matar motorista de aplicativo na frente dos filhos é condenado em Curitibanos

A pena para o homem foi fixada em 9 anos, cinco meses e 10 dias em regime fechado. Foto: Pexles.

A pena para o homem que portava ilegalmente uma arma dentro do taxi e com ela tentou assassinar um motorista de aplicativo foi fixada em 9 anos, cinco meses e 10 dias, em regime fechado. O caso ocorreu em Curitibanos, na Serra catarinense, e foi julgado em sessão do Tribunal do Júri nesta semana.

A tentativa de homicídio foi qualificada pelo motivo fútil. Conforme consta nos autos, o réu, que tinha 24 anos na época dos fatos, em 2018, atirou porque a vítima estaria trabalhando ilegalmente no transporte de passageiros na condição de "uber”.

Os disparos com um revólver calibre .32 atingiram o ombro, pulmão e duas costelas e foram feitos na presença dos filhos da vítima. O crime ocorreu na manhã do dia 22 de agosto, por volta das 10h30min, no centro da cidade.

Mesmo atingido, o homem conseguiu fugir, correu para casa e, na sequência, foi atendido e encaminhado ao hospital. Ele perdeu os movimentos do braço esquerdo. O taxista confessou ter cometido o crime, causa que atenuou a pena. A sentença é passível de recurso.

*NCI-TJSC – Serra e Meio-Oeste. 

Da Redação


Veja também

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Da Redação | Casos de furtos são recorrentes em Curitibanos

15/07/2024

Da Redação | Ladrão com mais de 60 passagens é novamente preso pela PM

08/07/2024

Últimas Notícias