og:image
×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte

NOTÍCIAS

Expocentro Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
Curitibanos

VÍDEO: Curitibanos não registra focos de mosquito da dengue, mas já teve um caso de pessoa infectada

Conforme dados do Governo de Santa Catarina, 143 municípios catarinenses estão infestados pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor de três doenças: dengue, zika vírus e chikungunya. Esse dado representa um incremento de 21% em relação ao mesmo período de 2022, que registrou 118 municípios nessa condição.

Mesmo sem registrar oficialmente focos de dengue, em Curitibanos os trabalhos são intensificados para a fiscalização, o município possui 130 armadilhas espalhadas e até o momento, nenhum foco foi encontrado. A recomendação da Secretaria Municipal de Saúde é para que as pessoas continuem atentas e mantenham os locais sem água parada.

– Temos uma equipe da dengue que trabalha direto, nós temos hoje em Curitibanos 53 pontos estratégicos que são aqueles que tem maior movimento e a cada 15 dias a equipe faz a coleta. A gente tem 130 armadilhas que são revistadas semanalmente. Até hoje não tivemos nenhum processo de larva, teve quatro situações que foi mandado para análise, mas não era larva do mosquito da dengue – Destaca o secretário de Saúde, Roque Stanguerlin.

Mas, no começo deste ano, o município acabou registrando um caso de dengue em uma pessoa, a apuração deste caso, apontou que o mesmo não foi contaminado na cidade, mas sim em uma viagem.

O secretário explica que no início deste ano um paciente viajou para São Paulo e veio até Curitibanos aonde apresentou os sintomas de dengue, o mesmo fez teste em laboratório particular e apontou como positivo.

– Quando foi mandado o resultado para Florianópolis, já tinha passado 20 dias, então não configurou que seria dengue. Mas a gente entende que é um caso. O Lacem (Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina) não considera exame particular só os que são feitos em laboratórios públicos, mas todos os sintomas era de que ele tinha dengue. Foi feito o tratamento. Não foi contraído aqui em Curitibanos – Explica o secretário.

 Prevenção

A maneira correta de prevenir contra o mosquito transmissor de dengue, zika vírus e Chikungunya é não deixar água parada em qualquer superfície. Em casa as pessoas devem estar atentas aos vasos de flores para que não se acumule água nos pratos, além disso devem cuidar no quintal se possui qualquer objeto que possa acumular água, retirando o mesmo ou virando.

O descarte irregular de lixo em terrenos baldios também é outro fator que pode contribuir para o acúmulo de água, por isso, a importância de descartar o lixo de forma correta.

A dengue é uma doença que mata, segundo dados do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, em 2022 o Brasil registrou 980 mortes por dengue e foram mais 1,4 milhões de casos registrados.

 

 

 

Samuel Ferreira


Veja também

Crimes Virtuais: o perigo é real

No mundo digital, nem tudo é o que parece. Entre as facilidades e praticidades que a internet oferece, também se escondem perigos reais. Os crimes virtuais, tam...

13/06/2024

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Informativo Municipal - Edição 54

13/06/2024

Informativo Municipal - Edição 53

06/06/2024

Últimas Notícias