og:image
×

REGIÕES

Curitibanos Frei Rogério Ponte Alta do Norte

NOTÍCIAS

Expocentro Fique Ligado Segurança Santa Catarina Brasil
Economizando

Vinda da Família Real para o Brasil

 

Os espanhóis, aliados dos franceses, exigiram, por meio de seu embaixador, que os portugueses colocassem fim na aliança que existia com a Inglaterra e fechassem seus portos aos ingleses. Como Portugal negou-se, os espanhóis declaram guerra a Portugal.

Em 1801, os portugueses entraram em uma guerra contra a Espanha por conta dessa rivalidade entre ingleses e franceses. Essa guerra ficou conhecida como Guerra das Laranjas.

A guerra estendeu-se por 18 dias e fez com que a cidade de Olivença fosse tomada pelos espanhóis. Um tratado foi assinado ainda em 1801 – Tratado de Badajoz – e colocou fim na guerra sob termos duros para Portugal. O principal deles era que os portugueses se comprometiam a fechar os portos de todas as suas possessões para as embarcações inglesas.

Com a ascensão de Napoleão ao poder Francês, a relação com os ingleses piorou, porque o governante francês possuía planos de expansão da França pela Europa. O maior adversário dos franceses era exatamente o maior aliado dos portugueses: os ingleses.

Iniciou em 1803 a guerra entre franceses e ingleses. Com a derrota na Batalha de Trafalgar, em 1805, a França mostrou-se incapaz de invadir o território britânico. Assim, Napoleão decidiu adotar outra estratégia e adotou o Bloqueio Continental, a partir de 1806.

O Bloqueio Continental consistia em uma medida imposta pelos franceses que proibia todas as nações europeias de comercializar com os ingleses. Mesmo com a imposição do Bloqueio Continental, a postura dos portugueses foi a mesma. Como não mostravam disposição a acatar as decisões dos franceses, Napoleão deu um ultimato aos portugueses.

Napoleão determinou até setembro de 1807 para que os portugueses adotassem uma série de medidas contra a Inglaterra, entre as quais estavam o fechamento dos portos para embarcações inglesas, a prisão de ingleses e os confiscos de seus bens. Os portugueses tentaram contornar a situação por meio de negociatas diplomáticas e mostraram-se dispostos a aceitar fechar seus portos, mas não queriam aprisionar cidadãos ingleses.

O regente de Portugal já começou a cogitar a possibilidade de se mudar para o Brasil. As relações diplomáticas existentes entre a França e Portugal se deterioraram por conta da aliança com a Inglaterra e fez com que o imperador francês enviasse tropas pra invadir Portugal em 1807.

A história política do nosso país já estava conturbada desde essa época pois a vinda da família Real ao Brasil, na verdade foi uma fuga da guerra e das pressões Francesas, pois os portugueses tinham boas relações e aliança com os ingleses havia muito tempo e não estavam dispostos a abrir mão disso.

O conflito entre ingleses e franceses afetava a política interna de Portugal, uma vez que o regente, d. João, precisava lidar com as pressões dos grupos pró-França e pró-Inglaterra. Ainda assim, ele procurou manter uma postura neutra, embora nem sempre tenha sido possível.

Estar no meio de conflitos e desentendimentos fez parte da história do Brasil desde o início. Nosso DNA de luta é composto por esses conflitos que vamos no decorrer do tempo nos localizando cada vez mais para chegarmos próximos de entender o que nosso país passou, que irá passar e que está passando em conflitos internos e externos. Como lidar com isso que afetam diretamente nossa economia.

Vamos passo a passo trazer as consequências para o presente de todas essa luta que envolve o Brasil.


Veja também

Crimes Virtuais: o perigo é real

No mundo digital, nem tudo é o que parece. Entre as facilidades e praticidades que a internet oferece, também se escondem perigos reais. Os crimes virtuais, tam...

13/06/2024

Comentários

Carregando do Facebook...
Vídeos da Semana

Informativo Municipal - Edição 54

13/06/2024

Informativo Municipal - Edição 53

06/06/2024

Últimas Notícias